15 de dezembro de 2011

13 passos para atrasar a bênção - 1º passo

O 1º passo para atrasar sua bênção é: duvidar.

"Faraó deu ordem naquele mesmo dia aos superintendentes do povo e a seus capatazes, dizendo: Daqui em diante, não dareis palha ao povo para fazer tijolos, como antes; eles mesmos que vão e recolham a palha para si. E lhe imporeis a mesma conta de tijolos que faziam antes e nada diminuireis dela, porque estão ociosos, por isso clamam dizendo: Vamos e ofereçamos sacrifícios ao nosso Deus. Agrave-se a servidão sobre eles, para que se ocupem nela e não deem ouvidos a palavras mentirosas." 
Êxodo 5:6-9

Faraó agiu de tal maneira assim que soube do desejo dos israelitas de sair do Egito.

Assim acontece quando nós planejamos algo grandioso: o inimigo se levanta. O vento começa a soprar ao contrário, as dificuldades vêm, e tudo fica ainda mais complicado. Imagine só a situação do povo de Israel! Se antes já trabalhavam e sofriam muito, ainda mais agora.

Mas os israelitas duvidaram da palavra de Deus (enviada por Moisés e Arão), logo na primeira dificuldade, conforme está escrito:

"e lhes disseram: Olhe o SENHOR sobre vós, e julgue; pois nos fizestes odiosos diante de Faraó e de seus servos, metendo-lhes na mão a espada para nos matar." 
Êxodo 5:21

O povo não sabia que o ódio que Faraó sentia por ele se dava porque os israelitas estavam próximos da bênção.

Então não podemos duvidar na primeira dificuldade. Se a dificuldade vem, é porque a mudança vem logo atrás. (Isso acontece principalmente quando nos convertemos: passamos a ser odiados, até mesmo pela própria família e pelos amigos).

E Israel volta a duvidar, quando já haviam saído do Egito e caminhavam no deserto:

"E disse o SENHOR a Moisés: Até quando Me provocará este povo? Até quando não crerão em Mim, a despeito de todos os sinais que tenho enviado no meio deles?" 
Números 14:11

Não crer é duvidar. E mesmo depois de ter visto muitos sinais da parte de Deus (inclusive bênçãos anteriores), muitos ainda duvidam que coisas maiores podem acontecer. Duvidam do poder e do caráter Deus.

A dúvida também fez com que Moisés (que tanto lutou e deu a própria vida pelo povo de Israel) fosse proibido de entrar na terra que Deus prometeu ao povo. Em certa ocasião, o povo tinha sede, e "Moisés levantou sua mão e feriu a rocha duas vezes com sua vara, e saíram muitas águas" (Números 20:11). Moisés duvidou, e, ao invés de falar à rocha (como Deus ordenara) para que dela saísse água, ele a feriu duas vezes. E "Porque não crestes em Mim [...] não metereis esta congregação na terra que lhes tenho dado." (Números 20:12). Deus levantaria outro no lugar de Moisés para introduzir o povo na terra prometida.

Quando você duvida, sua bênção fica para aquele que crê.

Então, não vamos nos deixar levar pela incredulidade. Nós nunca poderemos saber como Deus vai agir, mas podemos ter a certeza de que Ele vai agir.

A dúvida pode te fazer esperar 40 anos.

Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.