14 de março de 2012

O "achismo"

"Deus fez o homem simples, mas ele buscou muitas artimanhas." (Eclesiastes 7:29)

Deus criou o homem com simplicidade. Não me refiro apenas à questão carnal e material, ou seja, à matéria-prima que Ele usou para nos criar - o pó -, mas ressalto aqui principalmente a capacidade que Deus deu ao homem de ouvir e obedecer. No início, Deus falava e o homem obedecia. Não porque não fosse capaz de pensar e racionar - ele sempre foi - mas justamente porque, quando pensava e raciocinava, o homem chegava a conclusão de que se submeter a Deus era a coisa certa a se fazer.

A praga do "achismo" originou-se quando o homem deixou a razão e a inteligência de lado para usar o coração. Deus disse para não comer o tal fruto. Mas, em um momento, Eva achou que não teria nada de errado em comê-lo. É óbvio que as palavas do mal influenciaram bastante, mas se ela se apegasse ao que Deus havia dito, jamais o desobedeceria, dando ouvidos ao apelo de seu próprio coração. Daí, Adão achou que também deveria comer o fruto que sua companheira havia oferecido. Resultado: ambos foram expulsos do paraíso.

Agora vamos trazer essa palavra para a nossa realidade atual. Quantas pessoas tem fracassado em suas vidas por cometerem o mesmo erro que Adão e Eva cometeram no passado?

Amigo(a), se o que você pensa ou acha realmente fosse verdade, a sua vida seria completamente boa e feliz. Então, por que não é? Porque simplesmente o seu modo de ser e ver não funciona, e nem tem trago bons resultados.

O que fazer diante de tal situação? O que fazer quando se descobre, de repente, que tudo o que você julgava ser verdade sempre foi uma tremenda mentira? Obviamente, tem-se que arranjar uma outra forma de ver e agir, diferente daquela que você conhece. Mas onde encontrá-la?

Não há conselho, palavra ou caminho melhor do que o de Deus. Não há ótica mais perfeita do que a do nosso Criador. Ou você por acaso se acha mais capacitado do que Aquele que te fez?

Se Adão e Eva tivessem obedecido atentamente a voz de Deus, jamais teriam sido expulsos do paraíso. Talvez você, amigo(a) tem sido excluído de uma vida plena, feliz e abençoada pelo mesmo motivo. Você foi expulso(a) do paraíso por não obedecer à voz de Deus.

Muitas pessoas estão cegas espiritualmente por causa da praga do "achismo". Vão à igreja, ouvem a Palavra, mas na hora de colocá-la em prática e obedecê-la, dizem dentro de si: "Ah, mas eu acho isso, eu acho aquilo. Eu penso assim, eu penso assado. Ah, mas eu não concordo com isso. Eu acho que desse jeito vai ser melhor...". Vivem "achando" coisas por aí, e por isso não mudam de vida. Como já mencionei, não percebem que, se sua forma de pensar fosse realmente eficaz, não teriam tantos problemas. Se o que achamos fosse verdadeiro, ninguém precisaria de Deus. Mas pode, porventura, uma criatura ser independente de seu Criador?

Para que Deus aja em nossas vidas, precisamos estar dispostos a viver como Ele nos ensina. Cá entre nós, não existe coisa melhor! Obviamente, não é fácil - se você esperava que fosse, desista! - mas vale muito a pena. Afinal, tudo que Ele diz para fazermos é para o nosso próprio bem, para termos felicidade completa. É como um pai aconselhando o filho.

"Meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem vossos caminhos os Meus caminhos" (Isaías 55:8)

Abandone imediatamente a praga do "achismo" e veja o que Deus tem para oferecê-lo.

Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

Um comentário:

  1. Olha, isso é ,muito forte, muito profundo mesmo. E umas das coisas que me chamou a atenção foi isso: "No início, Deus falava e o homem obedecia. Não porque não fosse capaz de pensar e racionar - ele sempre foi - mas justamente porque, quando pensava e raciocinava, o homem chegava a conclusão de que se submeter a Deus era a coisa certa a se fazer."
    Se pegarmos o exemplo de Davi, olha quem foi Davi, um homem de Deus ungido e tudo mais, mas o que o fez permanecer foi exatamente isso, a simplicidade, ele sempre buscava a Deus pedindo ajuda, misericórdia, e sempre pedia pra que Deus o ensinasse a fazer a vontade Dele, Mas ele Davi não sabia o caminho? Sim, mas mesmo assim se esvaziava de si para depender de Deus.

    E que sejamos assim.
    Na fé e que Deus te mantenha nessa fé, te mantenha de forma simples.

    Deus abençoe.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.