31 de julho de 2012

13 passos para atrasar a bênção - 13º passo



O 13º passo para atrasar sua bênção é: ser covarde.

"[...]Quem é homem medroso e pusilânime*: Vá e torne-se para sua casa e não derreta o coração de seus irmãos, como seu coração." (Deuteronômio 20:8)

(*Pusilânime = que tem ânimo fraco; medroso; covarde).

O medroso não é aquele que tem medo de alguma coisa - todo ser humano sente medo pelo menos uma vez na vida -, mas medroso é aquele que não consegue vencer o seu medo porque pensa que não pode fazê-lo.

Logo, todo medroso é covarde.

Os covardes tem o coração derretido (como diz o versículo acima). Derretido quer dizer desanimado, descrente, abalado, cheio de dúvidas e inseguranças.

Desde os tempos antigos, sabe-se que os covardes não estão aptos para a guerra, razão pela qual eram enviados de volta para suas casas (sua zona de conforto). Logo, se não estão prontos para guerrear, também não estão prontos para vencer.


No meio do povo de Israel, além dos orgulhosos, desobedientes e incrédulos, também estavam os covardes. 

Em certa ocasião, Moisés enviou doze espias para espiar a terra de Canaã, que Deus haveria de dar ao povo de Israel (Números 13). A missão dos espias era observar a terra - seus frutos, suas riquezas econômicas e o povo que habitava nela - e relatar tudo aos israelitas, a fim de deixar o exército a parte do que os esperava e confirmar a palavra de Deus para todo Israel. O relatório de cada espia revelou os respectivos espíritos que neles habitavam - espírito de coragem ou de covardia. Vejamos os relatórios dados por eles: 


"Então, Calebe fez calar o povo diante de Moisés, e disse: Subamos e possuamos a terra, porque bem podemos prevalecer contra ela. Mas os homens que subiram com ele, disseram: Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nós." (Números 13:30-31)

Está vendo a diferença?
Calebe era homem valente, cria no poder e nas promessas de Deus e não no que seus olhos humanos viam. Enquanto os outros onze espias eram covardes, e confiavam apenas em sua força humana, duvidando da ação de Deus.

E, assim como está escrito em Deuteronômio 20:8, os covardes, além de terem seus corações derretidos, também derretem os corações das pessoas ao seu redor. Isso foi confirmado depois que o povo de Israel deu ouvidos ao relatório dos covardes:

"Então, a congregação toda levantou e gritou em voz alta; e o povo chorou aquela noite." (Números 14:1)

Está aí as principais características de um covarde: ele tem medo e ainda faz os outros sentirem medo, ele é pessimista e faz as pessoas acreditarem em seu pessimismo, ele tem dúvidas e implanta dúvidas no coração dos outros.

Quando nos comportamos como covardes, estamos afastando de nós as bênçãos que queremos. Os onze espias desejavam ardentemente habitar naquela terra, mas seu desejo não foi suficiente para vencer o seu medo e as suas dúvidas.

Por mais que desejemos algo de Deus, Ele não poderá nos dar se agirmos como covardes. Muito mais do que um querer ardente, Deus espera de nós uma atitude corajosa, palavras animadoras e um olhar positivo. 

E quando nos comportamos como covardes?
Não é quando apenas sentimos medo de abrir o próprio negócio, de nos expor, de falar a verdade, de fazer algo novo, de tentar ou de se arriscar. Mas sim quando desistimos de fazer tudo isso por causa do medo.

A covardia pode te fazer esperar 40 anos.

Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.


2 comentários:

  1. Ola flor, obrigada por comentar no meu blog! para fazer o pedido envie a foto do produto e as suas duvidas por email para cupcakefairyks@hotmail.com! ou curta nossa pagina no facebook e nos deixe uma mensagem por lá https://www.facebook.com/pages/Cupcake-Fairy-Kawaii-Store/272731129472867

    Aguardo seu contato!

    bjs, candy

    http://cupcakefairyks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Heeey! tem um selinho para Como grão de mostarda!
    http://www.blogmdcs.blogspot.com.br/p/selo.html

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.