2 de janeiro de 2014

Quando você nasce de Deus...

...a sua visão muda.

Você passa a ver as coisas como Deus vê. Você se enxerga realmente como é, não como os outros dizem ser. Você se descobre. De repente, seus problemas - antes considerados tão grandes - se tornam minúsculos e insignificantes. Você deixa de olhar para o próprio umbigo e passa a se importar grandemente com as outras pessoas - e consegue ver o lado bom de cada uma delas. Você se desperta, finalmente se dá conta de que este mundo é um campo de batalha. Você passa a dar a devida importância às coisas que merecem. Você consegue ver a raiz dos males para combatê-los, ao invés de tentar cortar os galhos que outrora cresceriam outra vez. 

...a sua mente muda.

Você se lembra da maneira com a qual você pensava antigamente e quase não acredita como pôde ser tão bobo um dia. Você descobre que pode confiar em si mesmo, que pode ter um futuro, que pode ser o que quiser ser. Você consegue compreender as coisas de Deus, os pensamentos negativos já não têm mais força sobre você, sua imaginação idealiza sonhos possíveis de serem realizados. Sua razão supera seus sentimentos - você se atém aos fatos, e não àquilo que você sente ou deixa de sentir. Você consegue raciocinar com clareza para tomar as decisões certas, deixando de ser vítima do seu próprio coração.

...as suas atitudes mudam.

Algumas situações do passado podem se repetir, mas suas reações são outras. Você não chora desesperadamente ao receber uma notícia ruim e nem bate o pé exigindo o cumprimento de um desejo egoísta. Você não considera as perdas como derrotas, mas as encara como livramentos e oportunidades para se tornar mais forte. Você se sacrifica por quem não pode te dar nada em troca. Você faz planos e os segue, faz promessas e as cumpre. Você não sente vergonha de sua fé, de pensar diferente ou de ser diferente. Você tem coragem para se arriscar, coragem para obedecer, coragem para lutar. 

Quando você nasce de Deus, sua vida muda.

E se isso ainda não aconteceu com você, é porque você ainda não nasceu de Deus.
Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

Um comentário:

  1. Eu a conheci ainda pequenina,brincava de correr e se encontre,porém agora já grandinha está brilhando e todo mundo vê. Te curtimos demais. Weslley Lulu e Brebre.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.