8 de março de 2015

Mudanças


Hoje eu estava refletindo sobre as mudanças...

Antigamente, essa palavra costumava me causar um desconforto enorme, como se ela significasse algo muito ruim que eu deveria evitar. E, ao me perguntar o porquê isso acontecia, cheguei à conclusão de que eu realmente tinha medo das coisas mudarem. Hoje ocorre justamente o contrário: o que me preocupa é o fato de as coisas não mudarem, de tudo - inclusive eu - permanecer estagnado no tempo, sem avanços ou crescimento.

Entre um pensamento e outro, ocorreu o fato mais importante da minha vida: o encontro com Deus. Esse divisor de águas foi o responsável pela transformação da minha mente e da minha ótica. O acontecimento foi a própria mudança, e com ele veio várias outras que me levaram a viver uma vida incrivelmente melhor, que eu nunca imaginei que poderia viver. "Como eu pude ser tão boba um dia, a ponto de odiar e evitar as mudanças?". Fazendo essa pergunta, pude perceber que por trás deste comportamento, existe uma raiz muito mais profunda.

Bom, então eu odiava mudanças porque sentia medo delas. E sentia medo porque, na minha ótica, eu estava mais perdendo do que ganhando. Eu tinha medo de perder o que eu tinha e de enfrentar novas situações. E, se eu tinha medo das novidades, eu tinha medo das coisas que Deus poderia fazer na minha vida! Porque Ele mesmo diz: "Eis que faço novas todas as coisas". (Apocalipse 21:5) 

Eu me comportava como o povo de Israel quando, no meio do deserto, sentiu saudades do Egito e quis voltar. Na ótica deles, eles perderam uma terra rica e próspera para morar no deserto. Mas, na ótica de Deus, eles haviam perdido a escravidão para ganharem a liberdade. 

É justamente esta a questão. Quando não conseguimos enxergar as situações da maneira como Deus enxerga, achamos que estamos ganhando quando na verdade estamos perdendo, e achamos que estamos perdendo quando na verdade estamos ganhando. 

"Porque aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á."
Mateus 16:25

Por isso as pessoas odeiam mudanças: porque elas olham com os olhos físicos, e não com os olhos espirituais. Era o que acontecia comigo. Na época, quando meu pai me ofereceu a oportunidade de ir para um colégio muito melhor, eu simplesmente não quis porque tinha medo de perder os meus amigos. Quanta falta de visão, meu Deus!!! Eu deixei de investir em meu futuro porque fiquei agarrada ao passado. Hoje eu consigo perceber a má escolha que fiz. 

"todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus."
 Romanos 8:28


Como você tem reagido diante das mudanças que aconteceram ou que estão para acontecer na sua vida? Se é algo que foge do seu controle, você tem visto como uma melhora ou tem murmurado? E se a escolha é sua, o que você tem escolhido: permanecer o mesmo ou mudar?

Quando nossa vida está nas mãos de Deus, as mudanças interiores e exteriores serão para fazer de nós pessoas melhores e para vivermos uma vida melhor. E, para isso, sabemos que vale a pena perder algumas coisas - porque assim é necessário.

Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.