9 de julho de 2015

Condição não determina posição

Já vi mendigos virarem empresários e empresários virarem mendigos. Pessoas sem caráter influenciando e pessoas exemplares vivendo no anonimato. Talentosos natos sem aplausos e gente "sem noção" arrastando multidões. Iletrados dando emprego para profissionais formados e diplomados afundados no desemprego. Ricos humildes e pobres orgulhosos. Um que vale por mil e mil que não valem por um. Desconhecidos colocados em lugares de destaque e famosos sem lugar.

Condição não determina posição. As limitações humanas, a classe social, a instrução, a raça, a reputação... Nada disso pode definir a posição que uma pessoa ocupará na família, na sociedade, nos negócios e no mundo.

O que define a posição que um indivíduo ocupará são dois fatores: a disposição e a fé. Já vi muitas pessoas que tinham tudo para alcançar o sucesso mas não alcançaram porque não estavam dispostas a enfrentar os desafios e nem acreditavam em si mesmas. Em um oposto, vi pessoas que tinham tudo para escreverem uma história de fracassos, mas chegaram longe porque tiveram disposição para fazer o que era necessário e acreditaram no seu potencial - ainda que ninguém acreditasse.

Logo, percebemos que esse cenário descrito no primeiro parágrafo não é uma questão de injustiça. Muito pelo contrário, trata-se da justiça mais pura que existe, porque cada um colheu exatamente o que plantou. Quem se dispôs e creu, alcançou, quem preferiu ficar na zona de conforto e duvidou de si mesmo, ficou para trás.

Qual posição você deseja ocupar - no seu mundo e na totalidade do mundo? Não espere ter condições - quem garante que um dia você terá? - apenas tenha disposição e fé. Essas coisas você não precisa esperar para ter, é você mesmo quem escolhe ter ou não.

Quem tem ouvidos para ouvir, ignore sua condição, disponha-se e acredite!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.